O poder de dançar com intenção

A verdadeira sabedoria está no corpo, presente no núcleo de cada célula, no nosso ADN, onde guardamos  os registos de todas as nossas memórias e onde se encontra o nosso portal multidimensional, que nos liga ao nosso Eu Superior, a nossa divindade, a parte de Deus que habita em nós!

Se observarmos, o corpo sabe o que o cérebro desconhece! Sabe como se processam milhões de reações químicas internas, sabe como se defender contra invasores externos, sabe como digerir e absorver os alimentos, sabe eliminar o que não precisa, sabe quando estamos doentes ou sobrecarregados! 

É no corpo que guardamos as nossas emoções, os nossos traumas, os nossos bloqueios! É lá que está contido o nosso inconsciente, os 90% daquilo que somos, mas ao qual não conseguimos ter acesso direto pois, por não estar no consciente, não conseguimos acessar, muitas vezes por ser demasiado doloroso ou por colidir com o nosso sistema de crenças e padrões mentais.

Mas o que é que isto tem a ver com a dança? Para mim, tudo!

Tal como a mente consegue moldar o nosso corpo, através dos pensamentos e das palavras, criando sintomas e a própria doença, também o corpo pode ajudar a moldar a mente! É uma estrada de duas vias! A ligação corpo - mente é na verdade muito poderosa, pois permite  tocar o inconsciente, contornando o julgamento do Ego e o emaranhado do nosso processo mental!

Quando damos estímulos ao corpo através da intenção do movimento e da dança conseguimos despertar as memórias gravadas nas nossas células sem passarmos pelo escrutínio da mente e do Ego!

E quando damos estímulos positivos de alegria, empoderamento, confiança, auto estima, abertura do coração, dar, receber, ser, valorização, assertividade, equilíbrio, cura, as células escutam, a mensagem toca o relembrar destes registos que estão dentro de nós e o despertar acontece! Muitas vezes sentimos a descarga da emoção a desbloquear ou a acordar, sentimos arrepios, o corpo a vibrar ou podemos até chorar! Deixamos de ser quem éramos, pois algo desbloqueou, as sensações mudam, o corpo integra, a vibração altera-se e se conseguirmos trazer o processo à luz da consciência, o diamante é encontrado e ficamos um pouco mais próximos da nossa essência!

Só trazendo á consciencia se dá a verdadeira integração, mas se ficarmos só pela experiência mental dos nossos processos sem passarmos para o corpo e para o coração, essa integração não se dá e ficamos presos na teia do Ego e do mental!

O que quero dizer quando falo em memórias do corpo?

O nosso ADN guarda o registo de toda a informação positiva e negativa de todas as nossas experiências, desta e de todas as nossas vidas passadas! A ideia é darmos a indicação de apagar as negativas e trazer as positivas ao aqui e agora do presente! Se já vivemos centenas ou milhares de vidas, temos muita bagagem às costas e nesta nova energia onde estamos presentemente depois do grande "Shift" de 2012, já temos novas ferramentas que nos permitem apagar o Karma e minar os nossos registos Akáshicos, onde a informação das nossas vidas passadas se encontra e trazer só aquilo que pode engrandecer a nossa vida presente e ajudar na nossa evolução e no despertar da nossa consciência!

E é ai que a dança com intenção pode fazer verdadeira magia! Estudos efetuados recentemente mostram que realizar movimentos de empoderamento, como por exemplo levantar os braços acima da cabeça em modo de vencedor ou abrir o peito e colocar as mãos na cintura mudam a química do corpo! O mesmo se passando com movimentos de fechamento e timidez. 

Assim, quando viajamos pelas coreografias com intenção, como fazemos no projeto dance-IN-meditation, a viagem é sempre do relembrar, do reconectar para despertar as memórias destes registos positivos e trazê-los para a nossa vida presente!

O resultado é sentir-mo-nos mais confiantes, com auto estima, com mais reconhecimento e aceitação por nós, com mais discernimento e consciência, é abrirmos o coração e permitirão-nos a vulnerabilidade, é escutar a nossa intuição, é estabelecermos a nossa conexão com Gaia, é assumir-mos a responsabilidade da criação de tudo na nossa vida, é experimentarmos o poder da sincronicidade, da empatia, do amor e da compaixão por nós e pelos outros, é conectarmos-nos com a fonte criadora, a parte divina que está em nós e que representa a unidade com o Todo, é sentirmos que fazemos parte de um processo que não temos ainda a capacidade de discernir, mas que sentimos bem fundo no nosso coração! Essa é a única forma, através do sentir, de conseguirmos tocar a verdade única e pessoal de cada ser humano! 

Por isso a dança está e sempre esteve presente em todas as civilizações e culturas do nosso planeta! A sua função é inata ao ser humano, quase como se este de forma intuitiva, conseguisse intrinsecamente compreender a poderosa ferramenta da sua expressão!

O caminho é sempre aquele que nos presenteia com uma vida mais plena, mais consciente, com mais amor e compaixão! Acima de tudo uma vida que celebra a criança interior, na comunhão inteira e plena da Alegria!

Bjs de luz

Bibi